21 julho 2007

A GOLPADA


Razão tem Inês Pedrosa ao dizer que “quando a golpada substitui o debate, a democracia reduz-se drasticamente – até porque, neste registo, só os biltres se entendem. (…) as pessoas de bem, sejam elas de esquerda ou de direita – velhacos, há-os em todo o espectro político, até porque têm uma particular arte para se acoitar junto do que está a dar -, acabarão por desistir de intervir na vida pública. Depois queixem-se.”
Na penúltima edição, o jornal A Voz da Póvoa fez parangonas sem cuidar de, previamente, fazer o que é básilar em jornalismo: o exercício do contraditório.

Com repetida má inclinação, depois de definido o alvo a abater, encheu de tinta a primeira página e a página três: “ Silva Garcia no Banco dos Réus Por Ofensas a Macedo Vieira” e “Silva Garcia em Tribunal Por Ofensas Graves Ao Presidente da Câmara E ao Vereador Aires Pereira”, dixit.

Com a pressa de mais uma tentativa de homicídio político, lá serviu de trombeta às costumeiras afirmações trapalhonas do Caudilho e da sua Sombra, agitadas para deturpar a realidade, com a obsessiva voracidade de acrescentar poder ao poder.

Silva Garcia escreveu um ESCLARECIMENTO AOS POVEIROS, estribou-se na Lei e, rapidamente e de forma expedita, solicitou ao Director do jornal que o publicasse.
O esclarecimento não foi publicado, com a proximidade temporal ao facto que o motivou…Não se sabe mesmo se o será...

Talvez um facto novo – real, concreto e indesmentível - explique a falta de neutralidade de um jornal que se diz independente. O futuro falará disso, oportunamente.
Para já, aqui fica a legítima acção de esclarecer.


SILVA GARCIA ESCLARECE OS POVEIROS
Em 2004, quando o governo anunciou a intenção de dotar de portagens a IC1, o cidadão Silva Garcia opôs-se, participou em acções de movimentos cívicos e escreveu um artigo de opinião na edição de 20.10.2004 do jornal Póvoa Semanário.
O cidadão Silva Garcia criticou a posição do PSD de Aires Pereira e do Presidente da Câmara, Macedo Vieira, desmontando a utilização errada do conceito pelos mesmos, e, a páginas tantas, escreveu:
(…) “
Do Porto a Valença, todos os autarcas têm reagido em defesa dos interesses dos seus cidadãos: independentemente dos partidos políticos a que pertencem, estão todos contra as portagens na IC1/A28!
Na Póvoa, o PSD de Aires Pereira e o Presidente da Câmara Macedo Vieira põem o interesse dos poveiros em segundo plano. Manejam de forma idiota o princípio neoliberal do utilizador-pagador, e querem que todos paguemos portagens
.” (…)

Por causa desta frase, e da utilização da expressão “idiota”, Silva Garcia, que opinara em acto de cidadania, é arguido e vai ser julgado no Tribunal da Póvoa de Varzim, em 25 de Setembro de 2007.
A alegada “ofensa grave ao Presidente da Câmara e ao Vereador Aires Pereira” do titulo do jornal A Voz da Póvoa deve-se, portanto, à utilização do termo “idiota", não para classificar as pessoas, mas a utilização que fizeram, num dado momento, do conceito de utilizador/pagador!
O Processo n.º 276/05.7 TAPVZ corre no 4.º Juízo do Tribunal Judicial da Comarca de Póvoa de Varzim, é público, pode ser consultado por qualquer cidadão e será ali, e não na praça pública, que a expressão utilizada pelo cidadão Silva Garcia irá ser ponderada.

Reposta a Verdade, fica claro que são despropositadas e indutoras de interpretações erradas as insinuações e as afirmações dos Senhores Presidente e Vice-Presidente da Câmara da Póvoa de Varzim, Dr. Macedo Vieira e Eng.º Técnico Aires Pereira na referida noticia. De facto:
- o motivo aconteceu em 20/10/2004, tendo o processo dado entrada no Tribunal em 7/04/2005, e não recentemente, como a notícia deixa a entender;
- o processo não foi movido contra o Blog Ca-70.blogspot.com, nem podia ser, porque este existe desde 1/12/2005.
- ao contrário do que afirma o Dr. Macedo Vieira, é FALSO que o processo tenha sido movido contra o VEREADOR Silva Garcia. De facto, não foi, nem podia ser: à data Silva Garcia era apenas candidato à Câmara Municipal;
- o processo foi movido contra o CIDADÃO Silva Garcia, não por qualquer comportamento ou procedimento como Autarca, que não o era, mas apenas por causa de uma opinião exercida na sua luta pela defesa dos interesses dos Poveiros;
- ao contrário do que é afirmado na notícia, em lado nenhum a decisão instrutória refere que Silva Garcia tenha tido uma “conduta insultuosa” e que vá ser julgado por isso;
- o processo judicial foi parcialmente arquivado pelo Tribunal, porquanto a queixa apresentada visava outras afirmações que foram consideradas sem qualquer relevância penal.




23 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Caro Silva Garcia, o termo idiota realmente foi mal utilizado, por certo já reparou numa mosca varejeira daquelas que só ronda os montes de esterco a bater contra os vidros de uma janela?
Por mais cabeçadas que a mosca dá contra o vidro ela continua insistente, é burra. Por isso o termo correcto seria " burros ".
Não sei até que ponto irão surpreender uma terra com atitudes que no mínimo envergonham os seus familiares, pior será o dia em que o IGAT e a PJ irão verificar as afirmações que são publicadas em vários blogs. A burrice foi ao ponto de apresentarem queixa contra blogs,esquecendo, que íriam ser investigados pelo que lá apareceu escrito, e, estou na posição de afirmar que pelo menos a PJ está a seguir certas contas bancárias e certos bens, etc.
Como tal, como diz o Tony Vieira: " o sargenor vai perder as eleições "
Cumprimentos

Fernando Teixeira

22 julho, 2007 13:39  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

O termo "jagunço" muito usado pelos brasileiros é suficientemente abrangente para catalogar pessoas e... até jornais e/ou "jornalistas"!

Entidades que actuam a "soldo" de outrem, só vendo na sua frente o "osso", não passam de "canídeos",
de lacaios ignominiosos nesta ominosa "idiotocracia" que prolifera e vai abastardando o regime que um punhado de capitães já fartos de serem subjugados pela clique senil e abjecta que a todos ia aos poucos causticando, resolveu derrubar;um regime que, de tão abjecto, merecia o claro repúdio de todo o mundo civilizado, mas que, agora, passados tantos anos, erguendo o "pendão" salazarista, começa a saír da toca e a envergonhar os cidadãos dignos, com coluna vertebral, pouco atreitos a mordaças e/ou açaimes seja de que indole forem. Este neo-fascismo é igualzinho ao outro, sem tirar nem pôr, com os mesmos crápulas, os mesmos "servos da gleba", sejam eles plumitivos ou mangas de alpaca!

Silva Garcia, esses nojentos, esses "jagunços" de meia-tigela, são a escória mais vil que a sociedade vai engendrando e são o protótipo de uma insolência patológica. Enfim, a sargeta de Abril...


"ALA-ARRIBA!" a DEMOCRACIA!!!

ABAIXO OS NEO-FASCISTAS DE PACOTILHA!!!

22 julho, 2007 14:28  
Blogger CÁ FICO said...

SG
ainda bem que esclareceste que o caso remonta ainda enquanto Candidato Autárquico...
è que assim ficamos a saber deste já para além disso mais duas coisas:
1º que os jornalistas poveiros de duas uma: a) ou desconheciam e desconhecem totalmente o teu caso. ,embora tal não seja desculpável face ao comportamento que têm tido;
b) oi o conheciam profundamente e manipularam ainformação para assim favorecerem o partido-melhor dizendo- os senhores no poder autárquico- o que além de grave deve ser motiovo deprocedimento disciplinar pela comissão dacarteira profissional ou organismo que o substitui.. se é que não são mesmo "jornalistas" ad factum e nao tb ad juris"...
2º Que os senhores do poder são eximios na manipulação da opinião publica e contam para o efeito com o beneplácito de certa Imprensa poveira...falada e escrita...

22 julho, 2007 15:13  
Anonymous Anónimo said...

O voz da Póvoa faz isso descaradamente, mas o Semnário faz jornalismo encapotado contra o garcia. Tem até outros membros do PS para esconder o sol com a peneira. O que interessa é que venha a massa da câmara para pagar os fretes a que os escreve. Aoi que chegamos. Ninguém faz queixa?

22 julho, 2007 22:48  
Blogger Manuel CD Figueiredo said...

Dúvidas só as tinha (ou fazia que tinha)quem queria. Nas redacções dos jornais poveiros dúvidas não havia, mas...; e nos comentadores "muito anónimos" também não havia, mas...
Agora que está TUDO claramente demonstrado...fico-me por aqui, para dar lugar às muitas vozes arrependidas do que pensaram, do que escreveram e do que fizeram!

23 julho, 2007 15:40  
Blogger focode said...

Amigos não vale a ena perder tempo com fracos defuntos...quando mal se contornarem o Macedo já lhes tirou o tapete e depois vão pedir ajuda áqueles que agora ofendem.
E ainda pedem o Porte Pago

23 julho, 2007 20:29  
Anonymous Anónimo said...

Se realmente existe algo, metam em tribunal os jornais e os jornalistas e depois se verá quem é que anda a manipular quem.

Caso contrário, já parecem o octavio machado com ameaças ridiculas do tipo "vou contar muita coisa".

Pelo que já li esta semana nos jornais, posso apenas dizer ao SG que "quem semeia ventos..."

25 julho, 2007 15:13  
Blogger sentidos de coimbra said...

Desembaracei-me de tantos papéis. As palavras tornaram-se fechadas. Desajustadas. Difíceis de apreender. E as atitudes? Vãs. Um tempo fora de tempo. Este. Pois.

Depois... nada será sentido, no sentido da "terra". Será?

É crítico ouvir o som dos pensamentos. Pelo menos, não é linear.Mas, errar é humano. Já perpetuar no erro, será ignorância. Bem... e se não errar? Como adjectivar, no sentido de dar cor e nome?
Talvez seja a prova inequívoca de que hé grande humanidade, justeza e sentido de entrega. Talvez! Com toda a certeza.
E, já agora, se essa prova for dita e escrita?

"A senhora está com uma conversa, tu-cá-tu-lá, com quem?"

Dita e escrita...! Escrita e dita...! Quem escreveu estes vocábulos?
Deixem-nos! Gosto deles! E de os ver assim, do avesso!
Não! Não é possível. Não vêem que não quero estas palavras?! Metem-me medo!

"Que raio de conversa!"

A voz, não a silenciem. Tanto melhor para nós! Tanto melhor para todos!
Forte abraço.

25 julho, 2007 22:41  
Anonymous Anónimo said...

Anda tanta mentira por aí que vendo bem as coisas compreende-se como se ganham eleições: mentir, mentir, mentir, mentir.

E quanto mais mentem, mais votos têm. Será que somos todos estúpidos?

26 julho, 2007 10:26  
Anonymous Anónimo said...

"Mas o general Teresinha, na sua imensa dignidade, esmagou os juízes, os polícias e os empregados dos caudilhos da comunicação social, numa batalha homérica. E quando uma azougada repórter quis entrevistar o general vitorioso, este sentenciou: Não vos dou entrevistas. Vocês não são nada nem ninguém, são os maiores parasitas do mundo. O general nunca esteve tão certo, nunca os peões dos caudilhos foram tão bem qualificados."
Opinião de Artur Queiroz em "A voz da Póvoa".

Eu diria que nunca um jornalista qualificou tão bem os maus profissionais da comunicação social (que infelizmente são a grande maioria e que estão sempre, mas sempre, ao lado do poder e dos poderosos).

E depois queixa-se em "Conversa afiada" que "Em meia dúzia de linhas, por interposta pessoa que escreveu em abstracto, o vereador socialistas, ao fazer a ponte com o nosso jornal, chamou-nos golpistas, biltres, velhacos, oportunistas e maus profissionais de jornalismo."

Mas se ele próprio os qualifica da mesma forma !!!!

27 julho, 2007 12:10  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

Caro "anónimo":

Não conheço esse tal Queirós, mas, pelos vistos, ele tem uma autocrítica assaz pertinente.

Ele vai zurzindo nos peões do tal caudilho com uma exuberância e um conhecimento de causa notórios!

Veja o meu post sobre

O "COITADINHISMO", doença em voga...

Há lá um retrato similar... talvez esse tal Queirós se reveja nele...

28 julho, 2007 10:20  
Anonymous o outro said...

Caro J.S.G.
a intercessão entre tribunais, politica e jornais, está tão banalizada, moda até, que quase me abstenho de comentar o assunto.. quer desse lado quer do lado de cá..
digo do lado de cá, porque na verdade, não perfilho a sua cor política.
Porém, tenho alma vilacondense o que explica o teor da minha intervenção: ao ler, saberá o que quero dizer com isto.
Sou, por isso, insuspeito!

Assim, dada a semelhança dos problemas atinentes à imprensa e aos tribunais, o mesmo é dizer, que nada tem que ver com côr politica e tudo com a personalidade dos intervenientes.
Diga-se, o "tom poveiro" é mais agressivo, sem dúvida!.. ao jeito de Eça: franco e sem idiotisses!

Contudo, Caro J.S.G., o que me trás, é um outro assunto e, perdoa-me o aproveitamento do blog para o efeito:

AS OBRAS NA AVENIDA!
Ao que parece, as mesmas, vão a bom ritmo porém, questiono-me acerca de um problema, que desconheço se foi ou não debatido ou sequer equacionado.

Consabidamente, naquela Avenida há imensos prédios com garagem na cave, isto é, ao nível do piso do futuro parque.

Há pelo menos uma dúzia de situações que, com o decorrer da obra se foram descobrindo: as paredes dessas garagens ficaram a descoberto com as escavações.

A saber: o prédio do Dep. Campos Cunha, as Galerias Euracini, junto à Gett, no gaveto junto ao mercado, junto à antiga bomba, etc.. etc..

Assim, bastaria um pequeno rasgo e o acesso às mesmas seria efectuado a partir do interior do parque subterrâneo, usando como entrada para o subsolo, as mesmas que estão a ser feitas para os utilizadores do futuro parque.

Deste modo, mesmo que os possuidores de garagens tivessem que pagar uma taxa pela utilização no acesso à empresa concessionária, isto é, por percorrerem o caminho subterrâneo até às garagens, sempre seria uma solução vantajosa para todos.

Mesmo ainda que, as obras de acesso, "o tal rasgo" fosse feito à custa dos donos das garagens, estou certo que de bom grado seria de aceitar..

Estes, sempre aproveitar e/ou vender em favor do condomínio, o espaço deixado à superficie pela entrada para as suas garagens, que deixaria de existir.

Vantagens para os moradores:
1- As pessoas deixariam de ter que descer ingremes rampas no acesso às suas garagens, porque acederiam através do interior do parque.
2- deixariam de ter de utilizar, em alguns casos, claustrofóficos elevedores auto.
3- deixariam também, de apanhar chuva, para ir abrir os portões.

Vantagens para os municipes em geral:
1- acabavam os acessos a garagens por cima dos passeios públicos que, quanto a mim, são inestéticos do ponto de vista paisagístico.
2- acabavam com os tempos de espera entre saidas e entradas à superfície, com os efeitos no transito que dai resultam - logo agora que as faixas vão diminuir de largura.
3- as obras poderiam ser custeadas pelos interessados, pois dela também aproveitam, isto é a custo 0, para a camara e para os municipes.
4- os peões, mormente carrinhos de bebés, deixariam de se ter de preocupar com a saida de automóveis à superfície.
5- a maioria dos prédios com elevador até à garagem, faria diminuir substancialmente os tempos e as situações de caragas e descargas na Avenida (pequenos móveis etc.., electrodomésticos, serviços de manutenção etc..)
6- poupar-se-ia no material e na construção de rampas,de acesso desde a via pública às garagens.

É claro que não há bela sem senão.
"Logicamente" se levatarão vozes discordantes:
Ao fazer-se os acessos pelo interior à garagens privadas dos prédios, perder-se-iam uma dúzia de lugares de aparcamento (?)
Como se vai articular o facto de o espaço do novo parque ser público com a sua dependencia em relação à administração concessionada?
e.. já agora, que dirão os restantes poveiros (vulgo: Quintas e Quintas, Aires - construção civil Lda) acerca do interesse público da coisa?

Poderados os prós e contras, não há dúvida que apenas a incapacidade de equacionar o problema, por parte da edilidade, obstaria a pender para a abertura dos rasgos.

Mas isso, até nem seria impedimento: a camara já deu exemplos de que quando quer, o interesse público relativiza-se!

Face ao exposto, o interesse deve ser pouco..
A falta de visão para o futuro, também pouco interessará, pelo que sempre dirão: os que vierem a seguir, que abram os tais rasgos ou, se assim não entenderem, que deixem tudo como está, porque já muito fizemos nós!

Que encomendem pois as fitas!
Se possível, não convidem a oposição para a inauguração!

Uma coisa é certa, com desagrado meu, os problemas à superfície vão manter-se exactamente os mesmos.. porque o parque já vem tarde..

O Capitão Gancho, esse mesmo, o russo da psp que anda a engatar os desatentos.. esse continuará com trabalho para os próximos 30 anos, ou não: tudo dependerá das opções políticas dos poveiros!

Assim, caro J.S.G., desabafo feito, espero a sua atenção para esta minha (minoritária) opinião.

31 julho, 2007 13:18  
Blogger CÁ FICO said...

A PROPÓSITO DO ESTACIONAMENTO
pORQUE É QUE NA AVENIDA MOUZINHO DE ALBUQUERQUE NO SEU SUBTERRÂNEO NÃO HÁ ACESSO DIRECTO PARA AS GARANGENS DOS PRÉDIOS CONFINANTES E ESTES PARA ENTRAREM AÍ TERÃO QUE IR POR CIMA DOS PASSEIOS, À SUPERFICIE?
Será por causa de aproveitarem-se 12 entradas como estacionamento num universo de 550 lugares que lá haverá subterrâneamente para estacionar..ou pior ainda para obrigar ospróoprios moradores que comparam os seus estacinamentos nas garagens dos próprios prédiso a pagarem estacionamento cá fora?

31 julho, 2007 13:48  
Anonymous Anónimo said...

sr arqui.gostaria de que o sr abrisse um topico sobre o sigilo bancario para ver quem sera que tem medo disso que de certeza que muitos politicos desta republica eram apanhados,levante este tema ja que o joao cravinho nao conseguiu, ainda ontem ouvi um comentador da sic a dizer que 25% do pib fugia ao impostos e o enrequicimento ilicito???

01 agosto, 2007 12:29  
Blogger CÁ FICO said...

a moda é por uma acção contra alguémque diz algo incómodo,porventura até com verdade.... vejam o recente caso do Saldanha Sanches,que salvo erro falou na "corrupção no poder autárquico ou coisa semelhante eo caso já aquivertido do actual vereador do bloco de esquwerda na câmara de Lisboa,etc.etc.. já para não falar do nosso Silva Garcia..eh! eh!

sou contra o uso decartas anónimas , e do anonimato emgeral paradenunciar situações do foro criminal ou semelhantes..mas reconheço que é preciso ter coragem para as denunciar de peito descoberto...

03 agosto, 2007 07:51  
Anonymous cheiodeduvidas said...

A verdadeira golpada foi dada pelo sr Matos Pereira ao admitir a hipotese de Eliza Ferreira vir a destronar SG (não gigante como pensa) e ser candidata do PS para melhor ser comida pelo psd.

Silva Garcia veja que nem os seus lhe pegam. Olhe que ate os que lhe sao proximos lhe viram as costas

11 agosto, 2007 19:48  
Blogger CÁ FICO said...

Será que a "Justiça", tal como elisa, será "comida" pela Oportunidade"?

DEIXANDO DE SER CRIME INJURIAR, OFENDER,, DAR UM PAR DE ESTALOS, OU OBRIGANDO A VITIMA A MEDIAR COM O SEU AGRESSOR, não é "comer" justiça por oportunismos?

13 agosto, 2007 11:34  
Blogger CÁ FICO said...

Nota aos Jornalistas:
Tanto se me dá que seja a elisa candidata como o , gil ou aqui o nosso SG...

apropósito abrel lá o fecho eclair ao "queijo limiano"...eh!eh!eh!

Avante camarada! O bloco não é de esquerda....

27 agosto, 2007 16:50  
Anonymous Anónimo said...

Sr. Silva Garcia
Porque é que, há tantos diasmantém est post e não tem feito mais comentários?

06 setembro, 2007 22:19  
Blogger CÁ FICO said...

Finalmente o Renato não o Pereira que sou eu mas o Matos abriu o jogo e explicou o que o Ilidio , este Pereira mas também Matos quis dizer com a questão da Elisa Ferreira...(N.B, não é Pereira...)
Claro que o SG é o candidato natural do PS à CMPV, pois " à terceira é de vez.. ele já foi o Gil da Costa, o José Cerejeira e agora o JJ..todos paraderrubar o Macedo Vieira...mas como agora O Renato já disse que o JJ é recandidato já o Macedo não quer ser rererere candidato...

09 setembro, 2007 11:18  
Blogger CÁ FICO said...

escusam de estar preocupados com o Je..pois não estou à esperadeser presidente da junta de Argivai nem denenhuma outra,e muito menosà procura de umqualquer lugarzinho no executivo camarário..emboar fizesse muito jeito aos poveiros ter lá uma voz incomoda como a minha...

JJ espero que publiques isto par ao menos " a Golpada chegar ao nº 20" Já ouvi dizer que perdeste os códigos do Blog e agora não sabes o que fazer se abrir um novo ou reciclar este...


para mim estás à vontade...amigo não empata amigo...

14 setembro, 2007 20:06  
Anonymous RENATO PEREIRA said...

vejam

http://renatopereira.com.sapo.pt


Nas estrelas ou nas entrelinhas
o sol brilhará sempre

15 setembro, 2007 23:04  
Anonymous Anónimo said...

Ainda está vivo este garcia?

18 setembro, 2007 11:51  

Enviar um comentário

<< Home