21 março 2007

PRIMAVERA

A Primavera, de Andrea Botticelli


De um Amigo, recebi hoje e quero partilhar com todos, as palavras de José Gomes Ferreira.




Vivam, apenas.

Sejam bons como o sol.
Livres como o vento.
Naturais como as fontes.

Imitem as árvores dos caminhos
que dão flores e frutos
sem complicações.

Mas não queiram convencer os cardos
a transformar os espinhos
em rosas e canções.

E principalmente não pensem na Morte.

Não sofram por causa dos cadáveres
que só são belos
quando se desenham na em flores.

Vivam, apenas.
A Morte é para os mortos!


3 Comments:

Blogger CÁ FICO said...

A Prima Vera era o quê de Boticelli?

Obra? Prima?

A primavera não floresce mais na Avenida Mouzinho...

21 março, 2007 18:53  
Anonymous Anónimo said...

Maia uma vez se verifica que esse grande poeta que é José Gomes Ferreira tem razão.
"Não queiram convencer os cardos a transformar os espinhos em rosas e canções".
Mas o arquitecto quis contrariá-lo, com a tentativa de conseguir que Macedo Vieira e companhia apoiassem o seu projecto "Bolina".
Quanta ingenuidade!

22 março, 2007 14:57  
Anonymous Anónimo said...

o nosso presidente não é espinho, é uma espinha cravada na garganta do povo simples e honesto que votou nele. Tenho dito.

25 março, 2007 17:47  

Enviar um comentário

<< Home