25 fevereiro 2007

OOPS!!!


O camarada Jose Lello, secreário nacional do PS para as Relações Internacionais, foi eleito por unanimidade, em Bruxelas, presidente da Assembleia Parlamentar da NATO, organização onde já assumia uma das vice-presidências.
É juntar um mais um: percebe-se agora porque vilipendiou a camarada Ana Gomes quando esta clamava esclarecimento sobre os voos ilegais da CIA.
É neste momentos que fica ainda mais claro que o PS e todos nós ganhamos com homens e mulheres de fibra, com convicções e com coragem, indisponíveis para o conformismo e para a subserviência. Que não nos serve a companhia dos que estão sempre em cima do muro!
Vêm-nos depois com a justificação do orgulho nacional. Transborda até, porque nomeações como esta não me entusiasmam: confirmam apenas a hipocrisia e a subversão das coisas. E se isso acontece na família politíca a que aderimos, tanto pior!

5 Comments:

Blogger CÁ FICO said...

Não posso concordar com o teu comentário fracturante...O relatório de que Ana Gomes foi a reboque era afinal obra de de um tal Coelho do PSD... Ninguém lhe mandou "à Ana" ir a reboque de quem não tinha estudado bem a lição...
Andaram todos eles a procrar tirar "coelhos da cartola" e deram com "os burros na
água"...
Nesta coisas dos Negócios estrangeiros e da defesa é preciso muita cautela e segurança e consistência naquilo que se afirma.. e diga-se de passagem que o tal "relatório dos hipotéticos voos da cia" é muito leviano...

26 fevereiro, 2007 00:57  
Anonymous Anónimo said...

é mais um tacho pa ele...deve ter poucos deve...

26 fevereiro, 2007 13:22  
Anonymous Anónimo said...

Não sei se será correcto extraír ilacções da forma como aqui são feitas.

Ana Gomes foi pelo caminho dos princípios, da verdade pela verdade, doa a quem doer; José Lello foi pelo "pragmatismo" da "realpolitik", foi pelo lado da força que impera no momento.

Só a longo prazo saberemos a verdade, como é já um hábito nestas coisas.

José Lello tem capacidades que importa enaltecer, independentemente de uma opção "bushiana" neste caso concreto.

Será que está a "cobrar-se da factura" desse apoio? Não creio...

Talvez seja excessiva esta ilacção.

Quanto ao comentário de CÁ FICO, julgo, no meu modesto entender, que está a ferir a honra de Ana Gomes, que foi apenas a "reboque" das suas opções doutrinárias, dos seus princípios, fê-lo em defesa do direito que temos em não ser "atropelados" pelos todo-poderosos "polícias do universo" que julgam poder atentar contra os direitos inalienáveis dos povos, da sua soberania adentro do espaço geopolítico em que se inserem.

As Lages não podem ser "coutada" do Tio Sam. Até Salazar reconheceu isso, in illo tempore!...

Se abdicarmos agora (seja qual for o pretexto...), dos princípios que supervisionam o direito internacional, crescerá, qual bola de neve, a impunidade dos súbditos do Tio Sam.

Já se imaginou, CÁ FICO, a ser levado por alguns gorilas e ser metido num avião, rumo a Guantánamo, sem qualquer julgamento, só sob suspeita?

Portugal é dos portuguesese, deve ser respeitado, apesar da sua dimensão geográfica e da sua reduzida importância bélica.
É que... (e salvo melhor e mais douta opinião), os países, tal como os homens, não se medem aos palmos!

rouxinoldebernardim.blogspot.com

26 fevereiro, 2007 14:52  
Anonymous Anónimo said...

Em resumo:

Ana Gomes foi a "reboque" de Carlos Coelho... e José Lello a "reboque" do tio Sam...

Não sejamos tão levianos e simplistas. Cada qual seguindo os seus princípios e a sua consciência tiveram o papel que se espera de deputados adultos e responsáveis num partido adulto e responsável, que tem no pluralismo uma imagem de marca.

Admiro José Lelo e Ana Gomes. Não podemos dizer que este último estava à espera de um "tacho", quando proferiu as declarações não consonantes com as de Ana Gomes.

Contudo temos que convir que ainda há muitos dados imprecisos sobre este delicado domínio.

A soberania nacional é um valor inquestionável. O apoio a um aliado também o é, num domínio tão sensível como este, o do combate ao terrorismo.

rouxinoldebernardim.blogspot.com

26 fevereiro, 2007 17:24  
Anonymous Anónimo said...

http://www.novosrumos.org/

02 março, 2007 17:20  

Enviar um comentário

<< Home