08 dezembro 2008

TOIROS II


"Caçar como diversão? Fazer sofrer um touro na praça para que o público desfrute e uns quantos façam negócio? Façam o quiserem, mas não o partilho."


Rainha Sofia de Espanha,
num livro que foi publicado recentemente por ocasião do seu 70º. aniversário.




3 Comments:

Blogger Manuel CD Figueiredo said...

Sofia, Rainha de Espanha, teve a coragem de publicar os seus sentimentos em relação à tortura dos animais, para gáudio de inebriadas gentes, e fê-lo num país em que esse "espectáculo" é rei. Mostrou dignidade!
A Raínha não é, certamente, apoiante das touradas, e declarou-o, embora isso lhe tivesse custado acesas críticas dos amantes das corridas.
Entre os Romanos, o Coliseu - a grande arena - servia para o divertimento da populaça com as lutas entre gladiadores e feras, e também com seres humanos.
Entre os Gregos, as arenas eram sobretudo palco de representações cénicas.
A Raínha Sofia é Grega!

08 dezembro, 2008 21:43  
Anonymous Rita Ferreira said...

Sem dúvida que uma declaração de alguém com raízes muito profundas de Humanidade.
Num mundo em que em tantos aspectos superamos a nossa própria dimensão e condição, é inacreditável como subsistem formas tão bárbaras de demonstração duma qualquer supremacia 'racional' sobre a 'animal' (?) ... seremos todos ainda animais a disputar território? o que se conquista? é isto tradição? e tradições como inquisição, forca e fogueira...não farão parte das mesmas formas de prazer?
É para nunca nos esquecermos que a evolução não acabou na roda...ainda há muito caminho a percorrer

12 dezembro, 2008 02:10  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

Acho que uma «péga» tem dignidade e até democracia. No «rodeo» há uma certa comunhão entre lazer e combate físico (indirecto) que é mais empolgante do que nas «corridas» actuais, que, na minha modesta opinião, têm algo de positivo, mas precisam de ser «recicladas» não causando tanto sofrimento aos animais, pois aquelas «farpas» com as dimensões e a profundidade de penetração bastante acentuada são de facto pouco recomendáveis...

Assim, há um cunho de barbárie nada desportivo nem estético.

12 dezembro, 2008 15:29  

Enviar um comentário

<< Home