08 novembro 2009

CEMITÉRIO DE QUÊ?



"Éramos cinco, somos quatro, tinha que me calhar alguma coisa a mim", frisou, admitindo, no entanto, que o pelouro das Obras Particulares tem sdio, ao longo dos mandatos já cumpridos "um cemitério de vereadores".
Eis Macedo Vieira, caudilho em discurso directo ao Comércio da Póvoa, depois de ter decidido "herdar" de Pedro Matos o pelouro das Obras Particulares ... que lhe "deu" no mandato anterior!
Que motivos levará um Presidente a ir para um "cemitério de vereadores" no último dos seus mandatos?

5 Comments:

Blogger RENATOGOMESPEREIRA said...

A Culpa é do Regeu...Antes dele não havia trabalho para engenheiros e arquitectos...apenas para construtores...quando nasceu o Regeu nasceu o requerimento, a burocracia, a taxa, a cunha e a corrupção... E O império português desmoronou-se...O regeu é anarquista e não ordena nada...mas dá bons ordenados a muitos...

09 novembro, 2009 15:16  
Anonymous Anónimo said...

No desenrolar deste mandato,poderá haver novas novidades!!
Até ver, ficamos por aqui!!!

09 novembro, 2009 18:16  
Blogger Manuel CD Figueiredo said...

Haverá fortes razões para que os sucessivos vereadores com o Pelouro das Obras Particulares se tenham "queimado" (ou será porque não "agradaram" ao chefe?). Daí a figura usada por Macedo Vieira: um cemitério de vereadores!
Passando o Pelouro para as suas mãos, e como é um pelouro que "mata", iremos ter um... cemitério de presidentes!

À MARGEM: a Folha Municipal de Novembro, agora distribuída, diz:"Para a Assembleia Municipal, o PPD/PSD obteve também o maior número de votos, com 44,22% e 13 deputados, resultado que elege João Costa como Presidente do órgão".
Errado! o Presidente da A.M. SERÁ eleito na próxima sessão, no dia 16do corrente. Como o voto dos membros da A.M. é secreto, "gramava" que o eleito fosse outro, para ver se ganham emenda.

09 novembro, 2009 20:20  
Blogger Othelo said...

Se o pelouro das obras é um cemitério de vereadores, vendo bem as coisas, isso faz do presidente que os nomeou a ceifeira, a dama de negro, a morte...

A ver - http://penedodaforcada.blogspot.com

11 novembro, 2009 22:53  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

Abundam os cemitérios
Os defuntos são a rodos
Só dislates, despautérios
Que grande CHOLDRA(1) ... são todos!


81) Termo muito usado por Eça de Queiroz para definir promiscuidades políticas...

14 novembro, 2009 14:35  

Enviar um comentário

<< Home