03 junho 2007

PRAFENTROGRADO


Macedo Viera lembra que o PS queria apenas "fazer a requalificação superficial mudando apenas a estética" e, sublinhou, "o maior partido da oposição sempre teve uma postura retrógrada e negativa" em relação a este assunto.”

Que adjectivo se deve vestir à atitude de quem se julga na vanguarda só porque olha antes de todos para o próprio umbigo, faz um imenso túnel a rasgar de lés-a-lés o centro nevrálgico da cidade para esconder os carros debaixo do tapete, e nem sequer copia o Marquês do Pombal, que, a seguir ao terramoto de 1755, mandou construir galerias técnicas para instalar as infra-estruturas?
Por cá e agora, no âmago de tudo o que o Presidente Vieira considera que deve ser seguido pelos demais, as redes de águas, de saneamento, de águas pluviais e de distribuição eléctrica, de iluminação publica, de telefones…, continuarão vulgarmente enterradas – ao lado do túnel da Avenida.
No futuro, bem enterradas, ate que seja necessária qualquer manutenção. Então veremos o filme a preto e branco de um costume brando: fazem-se buracos na rua, atrapalha-se a utilização do espaço público e os de sempre pagam a factura.

7 Comments:

Blogger rouxinol de Bernardim said...

Macedo Vieira tem atenuantes: ele é um cirurgião humano e não cirurgião de esgotos ou de estruturas electrotécnicas.

Acresce o facto de com a sua postura estar a fomentar mais trabalhos e empreendedorismos avulsos; a racionalidade não será o seu lema mas sim a satisfação de necessidades de lóbis e de entourages clientelistas.

Com a crise que grassa, ele é um maná. O que dá votos é isto: fazer as coisas de tal sorte que haja sempre trabalhos "a mais" para satisfação de quem, depois, lhe retribírá a "gentileza" com contributos de índole eleitoralista e afins...

A racionalidade económica empresarial é um conceito teoricamente válido mas sem exequibilidade e sem gerar contrapartidas a nível de captação de votos.

Isto, aparentemente anárquico e gerador de múltiplos e escusados custos, assenta numa estratégia bem delineada: dar trabalho a toda uma equipa "multidisciplinar" que contribuirá generosamente para a perpetuação do "status quo"...

Sempre um denominador comum: os fins (eleitoralistas) justificam os meios (despesistas).

Caro arquitecto: você tem razão. Mas o povo ainda não está preparado para ir ao fundo da questão. Nem com um curso intensivo de escafandrismo...

04 junho, 2007 14:59  
Anonymous Anónimo said...

Enterrados?

Então uma obra com essa dimensão não era para ter aquelas "prateleiras" onde pousam os dutos?

04 junho, 2007 20:58  
Anonymous Anónimo said...

Quem postou a mensagem anterior fui eu. Soube há meia-hora dessa pérola e contei à algumas pessoas, mas ninguem acreditou...

Porque isso não vai aos jornais?

04 junho, 2007 22:39  
Anonymous Xico Anísio said...

Caro Anónimo

Como o que aqui se diz esta à vista de todos, bastando passar pela obra e ver... é caso para perguntar é porque e que nenhum jornalista, com sentido critico e independente, ainda não pegou nisso! Por distracção? Por ignorância da História e da Técnica? Por simples desinteresse ou por auseência de sentido de observação?
Vá lá a gente saber!
O que é um facto, é que a obra do século, também por isto e uma fraude!

05 junho, 2007 04:35  
Anonymous paulo graça said...

Condutas de saneamento enterradas, mas só algumas..... Outras nem sequer existem, como as de tratamento dos esgotos da zona sul. Foi mais importante nestes ultimos 10 meses, a obra da Avenida e da Praça do Almada, do que o já célebre exutor de esgotos.
Como consequência, já temos outra vez as nossas praias interditas por causa das tb já famosas salmonelas..... é mais um verão sem mar, ou então vamos de férias pró Algarve ou Caraíbas, que aí sim, pode-se ir à água......

05 junho, 2007 12:27  
Anonymous Anónimo said...

Carlos Amaral

Esta c*amara ºe boa a gastar e a dar abebias aos amigalhassos e ºe com os amigos que se ganham eleicoes se o presidente nao metese os amigos dele mas os amigos do garcia estava lixado por isso +e que ganhou as eleicoes.

Mas os amigos sao para as ocasioes. Se o garcia ganhar pode meter lºa os amigods del que ninguem xateia
a democracia ºe a vez.

06 junho, 2007 20:04  
Anonymous Anónimo said...

Caro arquitecto, penso que é realmente positivo ter toda a cablagem em via subterrenea, o que tambem deveriam ter feito na Junqueira á anos atrás. Dê uma volta pela junqueira e tire umas fotos à quantidade de fios que andam nas faxadas das casas e lojas sem qualquer respeito pela arquitectura ou pela segurança de quem lá passa. Veja tambem como a EDP e a TV Cabo abusam da situação e ao que me apercebo até ao momento é que nem licença pedem quer á camara quer ao proprietário.
José Tinoco

07 junho, 2007 20:32  

Enviar um comentário

<< Home