11 junho 2007

COITADINHO DO HIPOPÓTAMO


Título do Póvoa Semanário, edição de 2007.06.06:
Chumbo ao ‘Bolina’ enfureceu Silva Garcia.

Comentário
A reunião foi à porta fechada. O jornalista, que não podia estar presente, sente-se no direito de imprimir um título escaldante, manifestamente exagerado, que não corresponde à verdade.

O tom das vozes subiu durante a reunião! Mas, não foram apenas as cordas vocais de Silva Garcia que se fizeram ouvir. Num momento mais acalorado, também outros fizeram coro. Um deles até se levantou ameaçador...

Garcia não se poderia enfurecer com um chumbo anunciado, previsivel, atendendo à postura de preconceito partidário da maioria PSD. Garcia reagiu ao cinismo e à falta de seriedade política de uma declaração de voto que transporta imprecisões e erros que deturpam a realidade.

Por isso, compreendo que Diamantino quizesse fugir à substância das coisas e tenha achado útil dizer que o mais importante foi que Garcia subiu o tom de voz. Não estranho... É um comportamento que me faz lembrar uma historieta que ouvi na adolescência. Um dia, o Leão, rei dos animais, juntou-os a todos numa clareira e anunciou que aqueles que tivessem boca grande seriam banidos do seu convivio. Foi então que o Crocodilo apertou a sua bocarra, fez biquinho e exclamou: coitadinho do Hipopótamo!

Que há crocodilos, há.
Ao jornalista cabia fazer o contraditório e não o fez! Bastou-lhe a informação diamantina!


NOTA À POSTERIORI
A anterior referência a Ângelica Santos (entetanto corrigida por mim) deve-se ao facto de ter lido a reportagem na edição electrónica do Póvoa Semanário que apresenta esta jornalista como sua autora. ver
Na edição em papel, a reportagem e assinada por Miguel Pinto.

3 Comments:

Blogger CÁ FICO said...

GARCIA, talvez não seja essa tua intenção mas devias perceber que ofendes os verdadeiros Jornalistasquando chamas jornalista aquem repete e ma a voz do dono...
Quanto ao hipópotamo de facto tem a boca maior que a do jacaré ou crocodilo...
quanto aos diamantes só brilham se forem polidos ou lapidados...se apenas fazem sulcos ou riscos não passam de mera grafite...pópria para escever com correntes ou sem elas...

12 junho, 2007 09:19  
Anonymous cheiodeduvidas said...

Caro Arquitecto,

Ao que se hou dizer, o enfurecimento e 'quasi' ameaça de confronto físico terá sido da responsabilidade de vossa excelência.
Parece-me que voltou a não tomar os calmantes.

Parece-me, igualmente, que a sua tensão arterial anda demasiado 'à bolina' e que muitos elementos do seu partido, e até da sua lista, andam a navegar muito 'ao largo' do que são as suas ideias e atitudes.

De qualquer forma, desejo-lhe saúdinha!!!!!!

12 junho, 2007 13:14  
Blogger Palavra Actual said...

"A anterior referência a Ângelica Santos (entetanto corrigida por mim) deve-se ao facto de ter lido a reportagem na edição electrónica do Póvoa Semanário que apresenta esta jornalista como sua autora.
Na edição em papel, a reportagem e assinada por Miguel Pinto."


Isto é que é jornalismo de qualidade...que bom que é saber que o Póvoa Semanário não sabe quem é que escreve as suas reportagens!



"A reunião foi à porta fechada. O jornalista, que não podia estar presente, sente-se no direito de imprimir um título escaldante, manifestamente exagerado, que não corresponde à verdade."

Acho uma piada estrondosa aos comentários que os jornalistas conseguem tecer de eventos dos quais não participaram...é a qualidade de jornalismo de hoje em dia...

Isto leva-me a pensar que o Póvoa Semanário diz a algum dos seus jornalistas para escrever uma notícia sobre algo que aconteceu e depois faz um sorteio para ver quem é que assina a notícia! Desta vez o sorteio é que não correu muito bem...ou então..deu empate!

13 junho, 2007 19:20  

Enviar um comentário

<< Home