20 setembro 2006

BINÓCULOS PARA O PRESIDENTE

Praia da Lagoa, 14 de Setembro de 2006
A câmara – fotográfica - olhou o mar da Lagoa e gravou na sua sensibilidade o estado da coisa.
Na reunião da outra Câmara a imagem foi mostrada pelo Vereador da Oposição com o único e legítimo intuito de manter viva a preocupação com a coisa pública e o seu estado. Na imagem fotográfica as ondas traziam até à areia um cardume de iniludíveis impurezas.
Bactérias? Haverá impurezas fecais sem bactérias? Pelos vistos ainda há quem duvide.
Um Vereador de cultura certamente não bacteriana explodiu numa estranha excitação: “Dê-me cá a fotografia para a Delegação de Saúde a analisar!”

Se fosse feita a observação da imagem da câmara – fotográfica – é mais que certo que a Delegação de Saúde alegaria impossibilidade de submeter a folha A4 aos reagentes. Mas, na contraprova, talvez uma qualquer isentíssima empresa privada viesse confirmar o zero bacteriano.

Enquanto a imundície dos esgotos continua sem freio a escorrer para o oceano, arrastando coloides fecais e outras coisas que tais, no Jornal de Notícias do dia seguinte, lia-se a páginas tantas: “ O PS acusou a maioria de não querer ver o que é evidente, Macedo Vieira argumenta que as fotos nada provam e, já irritado, ironizou mesmo "O PS deve ter visto os micróbios através de binóculos".

Retomando-o da pública reunião, recomendo de novo Mark Twain a Macedo Vieira:
Nunca é aquilo que não sabemos que nos causa problemas; é a nossa teimosia em ter certezas.”

13 Comments:

Blogger rouxinol de Bernardim said...

Póvoa do Mar tem coragem
Muda os homens e as ideias
Lança fora aquela imagem
De salmonelas tão feias!!!

Terra linda... faz sonhar!!!
Com o mar no horizonte...
Póvoa do Mar, sê do Mar!
Não sejas Póvoa do "monte"!!!

20 setembro, 2006 09:18  
Blogger CÁ FICO said...

Só sei que nada sei...

20 setembro, 2006 18:36  
Anonymous Póbeiro said...

Traiçaõ! Essa foto foi tirada da casa do Diamantinho!

20 setembro, 2006 18:40  
Blogger Mário de Sá Peliteiro said...

Por acaso essa fotografia foi tirada de minha casa e foi editada no meu blogue...

;-)

21 setembro, 2006 00:07  
Anonymous Anónimo said...

Arquitecto Garcia,

Tem pela frente uma missão verdadeiramente estóica: derrubar uma ditadura instalada no poder que não tem vergonha na cara, é incompetente, arrogante e... falta provar o resto.

Como sugestão, e por forma a começar a inverter a situação, sugiro o patrocínio de um torneio de futebol de salão na Lapa com o seu nome: "1º Torneio de Futsal do Bairro Sul - Arq. Silva Garcia". Já agora, e para marcar a diferença, que seja um torneio para o escalão sénior.

Resta-me uma dúvida: o que irá acontecer ao torneio "do" Engº Aires Pereira se o PS ganhar as próximas eleições? Alguém pensou nisso? Provavelmente, será o próprio -aí sim- a suportá-lo do "seu" bolso. Ou, talvez, não...

21 setembro, 2006 10:17  
Anonymous Marx said...

Eis mais um sinal da, cada vez maior, abrangência ideológica da luta partidária. Neste caso, local. A utilização, por parte de partidários Social-democratas, de uma das mais conhecidas práticas estalinistas. A negação das evidências. A reescrita da História.

Salmonelas? Praias sujas? Banhistas desencantados? Banheiros furiosos? Vereador responsável barata-tonta? Delegada de saúde insubmissa? Chefe da Capitania inconformado? Qual quê! Este ano não houve Verão na Póvoa!!!

22 setembro, 2006 11:26  
Anonymous paulo santos graça said...

...a fotografia foi tirada da varanda do Peliteiro (sorte impressionante como a máquina fotográfica ainda tinha bateria...eh, eh), mas se calhar poderia ter sido tirada de outras varandas, todas em frente ao mar, de vereadores e ex-vereadores no regime. Com binóculos, até de Ponte de Lima se poderia ter fotografado.....
Impressionante a reacção da C.M. esses senhores não devem frequentar a nossa praia, pois essas manchas amareladas aparecem diversas vezes ao longo do verão, desde há já muitos anos, e até os denominados "amigos da praia" já avisaram para o problema, extensivo ao areal, que agora só é limpo em frente às barracas.

22 setembro, 2006 11:58  
Anonymous Anónimo said...

Se os socialistas estão preocupados com os excrementos nas águas, porque motivo não defecam menos. Assim contribuem para a qualidade das águas. Temos que ser uns pelos outros. Ou então o que é ser socialista?

22 setembro, 2006 13:41  
Anonymous Anónimo said...

Se querem um torneio de futebol a sério, inscrevam-se no que a JSD está a organizar.

22 setembro, 2006 13:42  
Anonymous Anónimo said...

Boa Sr. Arquitecto!!
Um dia em conversa com o alegado "Ministro da Cultura" disse-me sobre o estado das areias , cheias de beatas e lixo,
"a culpa é dos concessionarios,..."
... e assim sacudiu a agua do seu capote!!!
a culpa é nossa que deixamos a coisa chegar a este estado!!
José Tinoco

22 setembro, 2006 19:25  
Blogger napontadocais said...

Minha gente, de Espinho vos mando um abraço, passei hoje numa loja dos chineses e vi lá uns binoculos dependurados, arrepiei caminho e segui em frente.
Ainda bem que não tenho visto a merda que reina na minha Póvoa do Mar ultimamente

22 setembro, 2006 21:36  
Anonymous Anónimo said...

O caso dos esgotos em plena praia (ou rio/linha de água) é a coisa mais "corrente" no nosso país, em muitos países da Europa e do Mundo, incompreensível em simultâneo com os movimentos ecologistas e as boas intenções de preservação do planeta. Para se entender a facilidade e a impunidade de quem se aproveita de tal método, só recorrendo às teorias da conspiração, lembrando-nos do negócio das águas engarrafadas (cedendo-se a simples mortais o património de todos) da piscicultura que floresce sem sabor nem amor, da indústria/comércio das "empresas do ambiente", que florescem como cogumelos venenosos, sem que se vejam vantagens, a não ser para os sócios/proprietários, etc...)
Mas no caso presente e no que nos diz respeito, falar não é a melhor solução, denunciar não é resolver, combater e vencer eventualmente o responsável máximo não é a terapia da erradicação. E enquanto (nunca mais será) não forem regulamentados internacionalmente e criminalizados todos os crimes ambientais, é necessário minorar (que remédio) as melhores soluções possíveis, como modo de resistência, vulgo sustentabilidade.
No caso concreto e aos anos que sabemos, vemos e sofremos as consequências desta inércia e de tanta conversa, sazonalmente repetida, talvez fosse melhor, enquanto não vem a tal solução definitiva, implementar processos provisórios e minimamente eficazes (que remédio). E a propósidto, "todos" sabemos que existem pequenas ETARs, que colocadas em pontos estratégicos, podiam ir tratando ao máximo e sectorialmente as águas residuais, tanto mais que se vai aumentando a rede dos esgotos e matematicamente aumentando o seu caudal e potenciando as suas consequências. Não será preciso recomendar fornecedores das ditas cujas para quem é técnico e apaixonado pelo limpo, mas era bom que se desenhasse a tal solução (por esta via "provisória") nos próximos dias, semanas ou meses, de modo a garantir condições sanitárias para daqui a um ano, que é muito tempo, se este for aproveitado para se fazer e não para se falar.
Pode parecer que estamos a defender a simples solução de que no meio é que está a virtude, e no caso até é verdade, porque se estivermos à espera da solução a juzante o que conseguiremos serão problemas a montante. E os montantes (mutantes)somos nós, os que vão à praia por gostarem do cheiro da maresia (merdesia).
Cumprimentos e acção

23 setembro, 2006 10:36  
Blogger Manuel CD Figueiredo said...

Têm sido em tão grande abundância os dislates públicos deste presidente da Cãmara (e de alguns dos seus mais próximos), que é melhor nem recordar para não nos enchermos de mais vergonhas.
Agora, com esta atitude cretina dos «binóculos», o presidente da autarquia, auxiliado pelo vereador da falsa-cultura, atingiu o impensável e o inadmissível: faltar ao respeito aos elementos da oposição, na Vereação, e desrespeitar o Órgão a que presidia, em sessão pública. Ou seja, faltou ao respeito aos Poveiros! E quem falta ao respeito NÃO MERECE SER RESPEITADO.

25 setembro, 2006 21:51  

Enviar um comentário

<< Home