18 abril 2006

anaC(r)ÓMICO



Em Óbidos, a Câmara pretende reduzir a quantidade de lixo que vai para o aterro sanitário propondo-se colocar, até ao final do primeiro semestre de 2006, eco-pontos familiares em todas as casas do concelho. Além disso, admite vir a colocar uma caixa de compostagem nos quintais das moradias, de forma a reaproveitar os resíduos orgânicos.

Enquanto isso, na Póvoa não há recolha selectiva ao domicílio. A Póvoa permanece mergulhada num dos mais retrógrados e ineficazes sistemas de recolha de lixo. Nas freguesias há contentores inestéticos muitas vezes a transbordar de detritos degradando o espaço público. Não há recolha porta a porta; no entanto, os fregueses pagam a tarifa de RSU como se esse serviço lhes fosse prestado. Na cidade, junto aos lampiões ou aos troncos das árvores, sacos de todos os tamanhos e feitios são colocados à porta, à mercê de animais e de pontapés vagabundos, a escorrer gorduras que conspurcam o espaço público…
Assim se mantém teimosamente um serviço (ana)c(r)ómico, que é o mesmo que simultaneamente fora do tempo e cómico se não fosse triste!

Se houvesse interesse e humildade não custava nada aprender com o que se passa aqui ao lado: em Vila do Conde – que ganhou o Prémio Cidades Limpas 1999, 2001 e 2003 - , a Câmara os residentes gerem contentores fornecidos pela Câmara a cada habitação.
Em Vila do Conde não há sacos rasgados com as entranhas nojentas espalhadas no chão. Mas lá, a vontade é outra e, para sorte das gentes, não há anjos no poleiro!

10 Comments:

Blogger CEFAS said...

bem... em Vila do Conde o lixo é outro... se os problemas da sociedade portuguesa fosse um problema de partido no poder há muito estaria resolvido... lá como cá os problemas permanecem,com a diferença de estarem verdadeiros vilacondenses à frente dos destinos da cidade...e isso tem gerado opções mais sensatas...penso eu...

Lá como cá os compadres vão se sustentando uns aos outros e ainda estão por nascer os homens e mulheres que terão uma visão global sobre o nosso território....
mas não há dúvida que em matéria de
lixo e limpeza urbana Vila do Conde é exemplo nacional!

18 abril, 2006 22:38  
Anonymous Anónimo said...

...;...!!!?

18 abril, 2006 23:16  
Anonymous pobeirinho sem ser pela graça de deus said...

Com que então a fazer camapanha pelos negócios do amigo Aires Pereira? Ele que andava triste, o zé macedo não consentia, dizia, que o rapaz aumentasse o seu pecúlio com o lixo. E por outro lado, se o Aires podia ganhar mais uns milhares, como sucede com aquelas bolas que diz são para os carros não estragarem os passeios, o zé macedo, o especialista em lixo, desde que lhe cheirou que a Lipor era uma mina, tudo fez para travar uma recolha moderna na Póvoa. Se assim fosse, lá se ia o pretexto dos discursos para burros, e quem ganhava mais era o Aires. - Agora o que não sabia é que a pretexto de Vila do Conde, onde o marinho careca lá vai ganhando uns prémuios para justificar uns cobres na modernização do material, e da sua conta, não sabia que aqui tb se fazia campanha em favor do pobrezinho aires pereira, estragando o negócio ao macedo. Deixem o lixo para o lixo.

19 abril, 2006 00:53  
Blogger CÁ FICO said...

A foto está mesmo acalhar.. acareta com a fuzeta..eh! eh!

19 abril, 2006 08:52  
Blogger Manuel CD Figueiredo said...

Terá sido com esta belíssima fotografia, que dispensa legenda, que a Póvoa ganhou o «prémio-de-não-sei-quê», que o «Primeiro de Janeiro» lhe atribuiu e que o «Expresso» publicitou?
Além do atentado à saúde pública, é uma machadada no turismo poveiro e um ultraje às gentes de Aver-o-Mar.
Há quem não se importe de ver a sua imagem misturada com o lixo, mesmo quando pensa que existe uma ... relação de confiança.
O pessoal da Câmara foi de férias? Terá desertado? Ou este tipo de problemas não lhes interessa?

19 abril, 2006 18:23  
Anonymous Anónimo said...

È pena em vila do Conde a Câmara receber dos munícipes e não pagar a quem lhes trata do lixo!!!!!!

20 abril, 2006 08:56  
Blogger Clave said...

O problema é que nesta Póvoa as pessoas( PSD) naõ pensam.
Vivem bem é com o lixo, senão já tinham resolvido o problema.
Pois eu acho que é de fácil solução.

20 abril, 2006 14:43  
Anonymous Anónimo said...

nós temos uma relação de desconfiança com o lixo. Mas... confiar em quem?

22 abril, 2006 15:26  
Blogger Mário de Sá Peliteiro said...

Tomei a liberdade de roubar esta foto. Espero que não se importe - se for o caso retirá-la-ei. Abraço.

26 abril, 2006 23:45  
Anonymous topas said...

Aqui os contentores são a imagem do presidente.

28 abril, 2006 23:36  

Enviar um comentário

<< Home